O 13º salário do seu cliente é o seu 13º salário

Fim de ano é um dos momentos mais importantes para quem trabalha com vendas. Não só pelo Natal, mas até principalmente pelo 13º salário de todos os trabalhadores que têm carteira assinada.

Trata-se de uma injeção e tanto de liquidez no mercado. Trocando em miúdos: o pessoal está com grana na mão e, como é tempo de presentear, todo mundo está mais disposto a comprar do que nunca. Então, é o melhor dos mundos para quem quer vender.

Este é um dos momentos em que os clientes estão mais dispostos a comprar. O 13º traz o dinheiro, e o Natal é a ocasião. Foto: Tristan Colangelo

Assim, você como empreendedor pode até não ter 13º salário, mas esse momento do ano pode, sim, funcionar como um 13º salário para você. Ou seja: uma bem-vinda entrada de dinheiro com a qual você não contava e que pode ser, inclusive, 100% maior do que a receita mensal média de seu negócio. Nada mau, hein? Mas, para aproveitar melhor esse momento, é bom se preparar e ter algumas importantes informações em mente.

Claro, como sempre mostramos aqui, tudo depende de uma boa dose de dedicação, organização e, nunca se esqueça, foco no cliente. Vamos a algumas valiosas dicas para o empreendedor que quer aproveitar o 13º salário dos clientes da melhor forma.

1. Respeite o dinheiro do cliente e tome muito cuidado ao aumentar preços

via GIPHY

Não se esqueça que estamos saindo de uma baita crise. Portanto, a prioridade do 13º de 10 entre 10 brasileiros é sanar dívidas. Seu negócio pode e deve aproveitar esse momento de liquidez, mas não pense que as vendas serão mais fáceis. É tudo tão dependente de organização e trabalho duro como no resto do ano. Se você está pensando que é hora de aumentar o preço de seu produto por conta do aumento da demanda, pode dar com os burros n’água. O ideal, aliás, é criar descontos, como veremos no tópico seguinte.

2. Crie promoções para quem pagar à vista

maria larsson visual merchandiser
“Ponha na ponta do lápis. Quanto de desconto consegue dar se o pagamento for à vista? É o melhor momento para o seu cliente não precisar parcelar. Foto: rawpixel.com

Uma das melhores maneiras de fazer com que o 13º do seu cliente seja também o seu 13º salário é criar bons descontos para os produtos pagos à vista. E, claro, noticiar isso para seus clientes, seja por e-mail marketing, avisos na loja, ou até pelo famoso marketing boca-a-boca (já experimentou falar de suas promoções quando seu cliente entra na loja ou quando ele vem te procurar? Pode ser bem eficiente).

Com promoções específicas para vendas à vista, você mostra que “olha, sei que pode ser que você tenha uma grana extra, então por que não compra à vista, economiza um dinheirão e ainda se livra das famigeradas parcelas?” sem precisar dizer essas palavras especificamente. E nunca se esqueça que não existe nada melhor para um lojista do que venda à vista. É grana certa, sem enrolação, que pode ajudar muito seu fluxo de caixa. E nós temos uma dica para você: com a maquininha de cartão da iZettle você pode parcelar em até 12x e receber suas vendas em 2 dias úteis, direto na sua conta bancária. Aproveite!

Com promoções específicas para vendas à vista, você mostra que “olha, sei que pode ser que você tenha uma grana extra, então por que não compra à vista, economiza um dinheirão e ainda se livra das famigeradas parcelas?” sem precisar dizer essas palavras especificamente.

3. No momento da venda, seja discreto

via GIPHY

Como dissemos nos dois tópicos acima, não use o 13º salário como argumento para a venda. Se o cliente veio te procurar em dezembro, é muito provável, sim, que ele esteja fazendo a compra com esse dinheiro excedente, mas a verdade é que você não tem como saber com certeza. E às vezes é melhor não saber…

4. Aproveite o fluxo de dinheiro, mas não conte com ele

Só quem é CLT e não trabalha em empresa caloteira pode contar com o 13º salário. Você não pode jamais subordinar seu fluxo de caixa e seu capital de giro a essa injeção de dinheiro. Faça a sua contabilidade como se essa época de maior liquidez não existisse e aí, sim, ela se tornará um 13º legítimo para você. Um dinheiro extra que entra além da receita normal de cada mês.

É impossível prever o futuro e não dá pra saber se o fim de ano será de bastante movimento ou se será mais paradão, com menos compras. Você tem de estar preparado, com promoções, ações de marketing e produção à toda, mas não se alavanque para tal. Com “alavancar” estamos falando para não contrair dívidas para aumentar e melhorar sua estrutura contando com o fluxo do 13º salário. Pode ser um erro bastante complicado, com um gosto amargo que você vai sentir a cada parcela do pagamento de sua dívida, mês a mês.

5. A primeira parcela do 13º já passou. A segunda é agora

via GIPHY

Algo bom do 13º salário é o fato de ele ser pago em duas parcelas. A primeira acabou de ser paga, no dia 30 de novembro e a segunda cai até dia 20 de dezembro. Dessa forma, o mês de novembro é um grande ensaio para dezembro, em que chegam juntos o natal e a segunda parcela. Se você não sentiu muita diferença nas vendas em novembro tome uma atitude otimista e outra precavida.

[highlight]

Como agir se novembro não foi um bom mês para vendas

Quando você cita o 13º na hora da venda tem muito mais a perder do que a ganhar. Além de ser bem deselegante (quem é você pra falar das finanças de seu cliente, afinal?), seu cliente…

Atitude otimista: não desanime. Se você tiver uma empresa com as finanças saudáveis, pode ainda ter um extra muito interessante em dezembro. A primeira parcela do 13º é gasta, na imensa maioria das vezes, para “tirar aquele problemão da frente”. O momento de entrada real de dinheiro é a segunda parcela, que vem junto com o natal.

Atitude precavida: saiba que, ao mesmo tempo, muitas vezes um mês de novembro morno é o aviso de que dezembro não será lá essas coisas. Então mantenha-se atento à nossa quarta dica e não conte com o 13º salário para nada. Se as vendas aumentarem, ótimo. Se não, segue o jogo que 2018 está aí.

[/highlight]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *